Jornal Taperá

Secretária Eletrônica

ANDARILHOS


– “Autoridades competentes: deem um jeito nos andarilhos de nossa cidade. Dá até tristeza de ver isso, como podemos chamar de uma cidade turística, eles escolhem as praças com água, luz e banheiro de graça. Como um turista vai usar os banheiros da praça ou até mesmo um morador da cidade em desordens. Fui até o Cemitério da Saudade e fiquei revoltada com a situação da Praça da Saudade, eles ficam no portão da entrada; conclusão: a gente fica com medo de entrar lá. Tem até um fogão feito de tijolos na praça, onde eles cozinham. Às quartas-feiras, na Praça XV, que tem feira, eles pedem para olhar os carros que estacionam enquanto os outros ficam bebendo pinga no banco da praça. As pessoas têm até medo de irem lá, façam alguma coisa. Eles vêm de outras cidades e se vocês não barrarem vão perder o controle da situação. Em Indaiatuba não tem isso, existem vários projetos na cidade, se não quiserem seguir, tem que sair de lá. Tomem providências, a nossa cidade está muito feia com essa situação. Estou entristecida. Sou moradora, nascida aqui e amo a minha cidade. Obrigada” (Uma moradora da cidade).
Secretária – Resposta da Prefeitura: “A Secretaria Municipal de Ação Social e Cidadania esclarece que há um trabalho sendo desenvolvido com a população de rua por meio do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social). É importante esclarecer que na Política Pública de Assistência Social há o escopo de trabalho para esse público, com ações desenvolvidas no campo dos direitos e tal regulação é padronizada para todos os municípios. Os técnicos do CREAS têm se aproximado dessa população para buscar conjuntamente possíveis respostas, pois tratam-se de situações extremamente complexas”.

Publicado em: 21 ago 2015 || Por: Jornal Taperá

Veja outras publicações

<= Voltar à página anterior!

© 2014 - Editora Taperá

Todos os Direitos Reservados