Jornal Taperá

Geral

Éden pode se esgotar em 3 anos e meio


JT

Restam poucos espaços para ampliação do Cemitério e alternativas são buscadas

A Prefeitura e a Empresa Funerária Saltense, segundo o empresário Décio Pereira de Oliveira, buscam alternativas para quando o Cemitério do Éden não ter mais espaço para novos túmulos e sepultamentos. A capacidade atual pode se esgotar em 2022. Uma das alternativas é a construção de um cemitério vertical, com até 15 andares. Veja mais na edição impressa.

Publicado em: 9 fev 2018 || Por: Jornal Taperá

Veja outras notícias

<= Voltar à página anterior!

© 2014 - Editora Taperá

Todos os Direitos Reservados