Jornal Taperá

Cultura

Jovem saltense desenvolve matriz em braille de bordados


Divulgação

Cantor Clayton Queiroz, deficiente visual, recebeu presente original desenvolvido por Sabrina

Uma jovem saltense está fazendo sucesso em Santa Catarina, mais especificamente na pequena cidade de São João Batista.
Trata-se de Sabrina Picolo Leopoldino, frequentadora da Igreja Assembleia de Deus que ao participar de um projeto da Casa de Apoio “O Bom Samaritano”, em São José, município da região de Florianópolis, recebeu a incumbência de presentear o músico Clayton Queiroz.

Jovem saltense criou uma matriz em braille e foi reconhecida pelo prefeito da sua atual cidade

Sabrina decidiu então desenvolver um presente original que agradasse ao músico que é deficiente visual e que lhe permitisse ler seu próprio nome.
Foi assim que ela criou uma matriz em braille e bordou a toalha com o nome de Clayton. “Quando ele abriu o presente, tocou o bordado e pronunciou o próprio nome, meu coração acelerou. Nossa, ele leu com as mãos o que fiz com tanto carinho”, diz Sabrina.
Com esse projeto de inclusão social, Sabrina foi reconhecida e destacada com o posto de Talento dado pelo prefeito da cidade de São João Batista.

Sabrina, filha de saltenses, reside com sua mãe Sara, em Santa Catarina

Sabrina – A saltense Sabrina, 24, filha de pais saltenses viveu até os 11 anos em nossa cidade. Ela é sócia de sua mãe Sara Magali da loja Mania de Bordados, em São João Batista onde residem atualmente. “Gostaria que a cidade em que nasci e onde inclusive moram todos meus parentes, soubesse desse trabalho social de bordados em braille que desenvolvi e que pretendo seguir, pois pretendo gerar mais inclusão ”, concluiu.

Publicado em: 8 mar 2019 || Por: Jornal Taperá

Veja outras notícias

<= Voltar à página anterior!

© 2014 - Editora Taperá

Todos os Direitos Reservados