Jornal Taperá

Geral

Rodovias do Tietê implanta a Inteligência Aplicada ao Monitoramento Ambiental em suas obras


Divulgação

Uso de drones pela empresa Full Ambiental deu à Rodovias do Tietê ferramentas de gestão muito mais amplas da obra em andamento

A Concessionária Rodovias do Tietê, responsável pela gestão das rodovias do Corredor Marechal Rondon Leste, tem ampliado as exigências legais impostas pelo Estado para a gestão e para o monitoramento das questões ambientais de obras nas rodovias sob sua concessão, visando cumprir e até ir além do seu slogan que é “Construindo os melhores caminhos para você”.

Por meio de uma parceria com a empresa Full Ambiental, de Piracicaba, a Rodovias do Tietê tem feito o uso de inteligência e de tecnologia de ponta no monitoramento das obras.
A parceria tem permitido à Concessionária ir muito além dos requisitos técnicos exigidos por leis estaduais e ambientais, referentes às obras nas rodovias, permitindo maior agilidade das ações, controle em tempo real do andamento das intervenções, avaliação completa da situação ambiental de cada obra e prevenção a eventuais problemas, já que cada obra tem um controle ambiental mais apurado e eficiente.
A parceria com a empresa Full Ambiental permite à concessionária cumprir e ultrapassar todas as exigências ambientais impostas pela Secretaria do Meio Ambiente de São Paulo, pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) e ao Departamento de Avaliação Ambiental de Empreendimentos.
Avanço tecnológico – Antes da parceria, qualquer obra realizada exigia processos tradicionais de levantamento dos dados em campo, como a fiscalização visual do técnico, limitada pela geografia e condições do ambiente de obras, anotações realizadas em pranchetas e posterior transferência dos dados para meios digitais, tornando o processo mais lento, mais caro.
A aplicação da nova sistemática de trabalho ambiental foi iniciada nas obras do entroncamento da Rodovia Bento Antônio de Morais (SP 101) com a Rodovia Dr. João José Rodrigues (SP 113), em Rafard, e incluiu:

1 – Uso de softwares e tablete para a prevenção dos limites das obras e dos aspectos ambientais relevantes, conforme exige o estudo da Área Diretamente Afetada (ADA) contido na Licença Ambiental de Instalação número 2.221/2018.
Segundo a Rodovias do Tietê, com tal ferramenta, realiza-se o acompanhamento em tempo real de possíveis intervenções fora dos limites permitidos, proporcionando maior agilidade à obra.

2 – Gestão de Ocorrências Ambientais: cadastramento e gestão de informações por meio de software de gerenciamento de banco de dados, permitindo o preenchimento de fichas de ocorrências ambientais no local, com o envio dos dados, para os responsáveis, em tempo real.

3 – Monitoramento Aéreo: sobrevoos regulares de toda a obra e seu entorno direto com um Veículo Aéreo Não Tripulado (Drone) para verificação de possíveis interferências das obras em áreas lindeiras e ambientalmente sensíveis, além de controlar a evolução da obra.
Para a Rodovias do Tietê, a tecnologia empregada na obra do entrocamento em Rafard permitiu superar as exigências legais do Estado e oferecer para a comunidade atendida pelas rodovias sob sua gestão, um controle ambiental rigoroso e moderno, como exige o Programa Estadual de Concessões de Rodovias.

Números – A Rodovias do Tietê é responsável pela manutenção e operação de 415 quilômetros de rodovias: Rodovia Marechal Rondon (SP 300), Rodovia Prof. João Hipólito Martins (SP 209), Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença (SP 101), Rodovia Bento Antônio de Morais (SP 101), Rodovia Dr. João José Rodrigues (SP 113), Rodovia Comendador Mário Dedini (SP 308) e Contorno de Piracicaba, Rodovia Ernesto Paterniani (SPI-162/308).
Veja mais sobre a empresa em www.rodoviasdotiete.com.br. A empresa também está no Instagram e no Linkedin. 
Rodovias do Tietê: Rod. Comendador Mario Dedini, km 108, Salto-SP, telefone (55) 11 4602-7900.

 

Publicado em: 6 nov 2018 || Por: Jornal Taperá

Veja outras notícias

<= Voltar à página anterior!

© 2014 - Editora Taperá

Todos os Direitos Reservados