Jornal Taperá

Geral

Tietê poluído: EMAE diz que recolheu quase 1.200 toneladas de lixo em suas barragens


Zeka Carvalho

EMAE diz não ser responsável pela descarga do lodo poluído do leito do Tietê

Após a nova mancha poluidora que atingiu o Rio Tietê na terça-feira, causada pelo lodo acumulado no leito do rio, nas barragens após a capital, Taperá procurou ouvir a EMAE – Empresa Metropolitana de Águas e Energia S.A. Em nota a empresa afirma que opera as barragens de Rasgão, Pirapora e Salto dentro das normas técnicas, não sendo responsável pela poluição das águas que recebe. A empresa diz que entre janeiro e setembro deste ano recolheu quase 1.200 toneladas de lixo e detritos trazidos pelo Rio Tietê, após passar pela Grande São Paulo e reitera que sua atividade principal, a geração de energia por meio de fonte hidráulica, não é uma atividade poluidora.

Publicado em: 5 out 2018 || Por: Jornal Taperá

Veja outras notícias

<= Voltar à página anterior!

© 2014 - Editora Taperá

Todos os Direitos Reservados